Automação de Processos para Redução de Custos em Operadoras Telecom

Tempo de leitura: 7 minutos

A Obrigação de Redução de Custos

Operadoras de Telecomunicações, assim como qualquer grande empresa, sofrem com uma grande pressão para a redução de custos de operação (OPEX – Operational Expenses).

Tarefas repetitivas e executadas sem um padrão bem definido constituem uma grande oportunidade de melhoria, otimização e automação.

Tendo em mente a necessidade de suportar um tráfego de dados cada vez maior, sem um aumento de receita na mesma proporção (clique e acesse Artigo “A Motivação das Operadoras para Uso de Otimização e Novas Tecnologias“), as operadoras devem se aprimorar cada vez mais, para dessa forma, aumentar sua eficiência e reduzir seus custos de operação.

A Automação Surge como Alternativa

A automação de algumas atividades técnicas já é uma realidade através da adoção cada vez maior de técnicas de Software Defined Networks (SDN), porém, alguns processos internos podem se tornar um limitador para a obtenção de um maior ganho na eficiência.

Diversos processos em uma operadora apresentam problemas sérios que afetam a eficiência do negócio e podem se beneficiar da automação.

Alguns exemplos desses problemas são:

  • Falta de padronização entre equipes distintas que realizam a mesma atividade;
  • Falta de visibilidade do ciclo de vida de implementação de um projeto novo;
  • Acompanhamento de serviços que utilizam tecnologias específicas ou legadas;
  • Controle de qualidade de um serviço até seu encerramento e;
  • Gerir o ciclo de vida de serviços de grande granularidade.

Benefícios da Automação

Evitar a Repetição de Atividades

Em operadoras de telecomunicações é comum algumas divisões para a realização de atividades de forma regionalizada, com isso, uma mesma atividade é executada por diversas equipes em um contexto regional e sem interação entre elas.

Garantir a Padronização

Esse tipo de divisão pode ocasionar uma diferença na execução dos processos e falta de padronização entre as equipes. A automação desse tipo de processo evita a falta de padronização, possibilita o compartilhamento de melhores práticas entre as equipes e, eventualmente, podem levar a centralização dessas atividades em uma única equipe, evitando a divisão regional e otimizando recursos.

Melhorar a Visibilidade de Projetos Longos

Alguns projetos possuem um ciclo de vida longo, principalmente quando envolvem grandes regiões geográficas. É muito comum que um grande projeto leve de um a dois anos, desde a sua concepção até efetivamente entrar em produção. Nesse período de tempo, a equipe que desenvolveu esse projeto pode não ter a visibilidade adequada de sua implementação, ficando alheio às limitações, dificuldades e oportunidades encontradas. A completa automação desse processo, possibilita que todos os envolvidos possam interagir com o projeto, tendo uma maior visibilidade do seu andamento e podendo identificar oportunidades de melhoria contínua a serem implementadas em projetos futuros.

Reduzir Dependências de Tecnologias Legadas

Tecnologias específicas e legadas podem se tornar um problema em um ambiente complexo como o de operadoras. Existem casos em que algumas tecnologias são controladas por profissionais específicos e esses profissionais ficam conhecidos como os “donos” dessas tecnologias. Nesses casos, existe uma dificuldade em compartilhar o conhecimento e é bastante comum que a saída desses profissionais da empresa gerem a interrupção ou perda de qualidade nesses serviços. A automação do controle dessas tecnologias, evitando planilhas e controles manuais, evita a concentração dessa informação em um único profissional e também possibilita o fácil compartilhamento dessa informação para diversas equipes.

Melhorar a Gestão da Ativação, Desativação e Verificação de Inconsistências

A ativação de um novo serviço é testada a exaustão antes de ser disponibilizado para os clientes. Posteriormente, com o uso desse serviço pelo cliente, qualquer problema será reportado e sanado pela operadora. Em muitos casos, o encerramento de um serviço não recebe a mesma importância e é muito comum que algumas etapas do processo de encerramento apresentem problemas que dificilmente são sanados, a não ser que causem algum impacto em outros serviços ainda em funcionamento. Equipamentos que concentram o acesso de muitos usuários são mais suscetíveis a apresentarem configurações parciais de serviços desativados e, o aumento dessas configurações “perdidas” podem impactar o funcionamento normal do equipamento. A automação de todos os processos de ativação, desativação e a verificação contínua de inconsistências vai garantir a utilização otimizada dos equipamentos e reduzir o risco de indisponibilidades.

Disponibilizar uma Visão Única para os Serviços/Rede

Serviços de acesso corporativos possuem uma grande granularidade, pois podem ter uma baixa velocidade e um único equipamento pode concentrar centenas desses acessos. Para conhecer mais sobre esses tipos de serviços clique e acesse Artigo “O Impacto das Redes de Acesso Corporativas nas Operadoras de Telecom”. Além da granularidade a diversidade de tecnologias utilizadas também é um fator complicador na operação desses serviços.

Automatizar a gestão desses serviços possibilita uma visão única de ocupação e disponibilidade da rede, independente da tecnologia e fabricante utilizados, possibilitando redução de custos de operação.

Melhorar a Coordenação de Múltiplas Responsabilidade e Papéis

Outra vantagem na automação de processos está relacionado com o próprio mapeamento dos processos para a automação. Com o mapeamento correto, os responsáveis e atuadores envolvidos terão suas responsabilidades bem descritas e com isso, podem surgir oportunidades de melhoria de processos também como consequência da automação.

A Automação é cada Vez mais Necessária

A automação de processos é uma realidade nas operadoras de telecomunicações. A implementação desse tipo de atividade deve ser feita através de um plano conjunto de atividades, considerando os times envolvidos nos processos, suas respectivas gerências e a utilização de uma ferramenta que atenda as demandas específicas de negócio de uma operadora de telecomunicações.


Autor deste Artigo: Engenheiro Marcelo Vasconcelos

Edição e Revisão: Paulo Florêncio, Diretor Comercial da Target Solutions

Se achou útil esse conteúdo, compartilhe.


A Target é Especializada em Softwares para Redes de Telecomunicações

A Target Solutions é uma empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação, com foco no fornecimento de produtos, serviços, suporte e soluções de software para planejamento e gestão de redes de telecomunicações e TI.

Criamos e fornecemos soluções inteligentes para o mercado de provedores de internet e planejamento de redes de Telecomunicações, utilizando as tecnologias mais atuais nesse mercado em forte transformação. E com isso, almejamos ser a empresa referência e autoridade técnica em soluções de planejamento de rede de transmissão e inteligência de serviços de rede de banda larga.

Clique aqui para agendar um contato com um de nossos Consultores Especializados.


Outros Artigos Publicados

Sobre Regulamentação da Anatel

Sobre Rede de Rádios Micro-ondas

Sobre Rede Fibra Óptica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *