Escolha de Frequência em Enlaces Rádio Com Frequências Licenciadas

Tempo de leitura: 7 minutos

Enlaces Rádio são Mundialmente Utilizados

Enlaces rádio para transmissão de dados em altas taxas são amplamente utilizados em todo o mundo.

A facilidade de implantação e a dificuldade de verificação e controle de uso do espectro eletromagnético faz com que sejam necessárias diversas normas e regulamentos para que todos possam utilizas seus enlaces rádio sem sofrer interferências de outros usuários.

Essas normas, juntamente com as características técnicas serão os principais orientadores na escolha da frequência de utilização.

Neste artigo serão apresentadas algumas características relacionadas a regulamentação de Enlaces Rádio em Frequências Licenciadas (ou Serviço Limitado Privado) e aspectos práticos para o auxílio à escolha de melhor frequência para o enlace.

A Importância da Regulamentação e os Órgãos Envolvidos

O ITU (International Telecommunications Union) é uma agência da ONU (Organização das Nações Unidas) que apresenta as diretrizes e normas que devem ser seguidas internacionalmente para o uso do espectro eletromagnético.

Essa regulamentação gera uma padronização no uso do espectro e possibilita que fabricantes de equipamentos rádio possam desenvolver equipamentos que atendam às normas de diversos países, aumentando assim seus clientes.

Por outro lado, os países como o Brasil também se beneficiam dessa padronização por poderem utilizar equipamentos com padrões internacionais e com nenhuma ou muito pouca adequação para as normas nacionais.

No âmbito nacional, as diretrizes e normas são apresentadas pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), porém, todas as diretrizes e normas precisam atender àquelas emitidas pela ITU.

As normas da ITU e ANATEL possibilitam dividirmos os enlaces rádio na prática em dois tipos:

  • Frequências não licenciadas (ou enlaces que utilizam Equipamentos de Radiocomunicação de Radiação Restrita;
  • Frequências licenciadas (ou enlaces que utilizam Serviço Limitado Privado);

A questão regulatória e os aspectos técnicos de enlaces em frequências não licenciada já foram abordadas no artigo Enlace Rádios em Telecomunicações e este artigo terá um foco maior nos enlaces em frequência licenciada.

Enlaces em Frequência Licenciada

Em relação a nomenclatura, é muito comum no ambiente de operadoras e prestadores de serviços a utilização do termo enlace rádio em frequência licenciada, porém na Resolução nº 617, de 19 de Junho de 2013, esse tipo de enlace é tratado como Serviço Limitado Privado.

Alguns aspectos práticos são importantes nesse tipo de enlace rádio, como veremos a seguir.

A Escolha da Frequência

Ao contrário dos enlaces em frequência não licenciadas que possuem duas faixas muito bem definidas para o seu uso, enlaces em frequência licenciada possuem diversas faixas de frequência e a sua escolha deve levar em consideração diferentes características técnicas.

A escolha da frequência a ser utilizada em um projeto de enlace rádio parte de algumas características técnicas:

  • Taxa de dados;
  • Características de propagação;
  • Alcance;

A frequência mais adequada é aquela que atende, com o menor custo, a essas três características.

Taxa de dados

A taxa de dados representa a necessidade de dados que precisam ser encaminhados através do enlace. Essa taxa pode ser definida pela necessidade contratada por um cliente, uma estação de rede celular, a necessidade de acesso banda larga de uma pequena cidade ou a interligação entre estações de telecomunicações. Em qualquer um dos casos, a taxa de dados é o principal motivador do projeto e deve ser atendida integralmente.

Características de Propagação

As características de propagação podem ser um facilitador ou limitador em um projeto de enlace rádio.

Enlaces em visada direta e sem obstrução podem se contrastar com enlaces sem visada direta.

Para cada um desses extremos é necessário o uso de técnicas de propagação adequadas ao ambiente.

Alcance

Para qualquer característica de propagação, o alcance do enlace também pode ser um limitador no projeto.

Enlaces de alguns quilômetros e enlaces de milhares de quilômetros possuem características completamente diferentes e podem inviabilizar um projeto de enlace rádio.

Impactos da Frequência Escolhida nas Características do Enlace

A frequência escolhida tem um papel importante em cada uma das características apresentadas.

A taxa de dados se relaciona de forma direta com a frequência, quando maior a frequência, maior a banda do canal a ser utilizado e maior a taxa de dados.

A relação entre o aumento da frequência e o aumento da data de dados é direta.

As características de propagação também são limitadores na escolha da frequência, quanto maior a frequência, maior a necessidade de visada direta e pouca obstrução.

Por exemplo, uma cidade que fica em um vale não pode estabelecer um enlace em visada direta, consequentemente, deve ser utilizada uma frequência mais baixa. A escolha de uma frequência mais baixa vai limitar a taxa de dados.

O alcance se relaciona com a frequência de maneira inversamente proporcional, quanto maior a distância, menor a frequência.

É possível o estabelecimento de enlaces de milhares de quilômetros através de reflexão atmosférica com taxas de dados da ordem de bits por segundo, não sendo adequadas para o tráfego de dados.

Faixas de Frequência – Onde Consultar?

As faixas de frequência para uso em enlaces de frequências licenciadas podem ser consultadas através do Plano de Atribuição, Destinação e Distribuição de Faixas de Frequências no Brasil.

A regulamentação do uso de frequências é fundamental para o funcionamento dos diversos enlaces rádio, garantindo regras claras e precisas para utilização do espectro eletromagnético. As características de projeto de enlaces rádio e a sua influência na escolha da frequência de utilização, devem estar presentes em todos os projetos.

A Target é Especializada em Projetos de Enlaces Rádio

Projetos de enlaces rádio possuem diversas características técnicas que devem ser considerados e geram uma grande massa de dados que precisam ser gerenciados.

Grandes operadoras de telecomunicações que possuem milhares de enlaces rádio precisam ter o total controle de seus projetos.

Continuem acompanhando nosso blog para conhecerem mais sobre como gerenciar grandes quantidades de enlaces rádio de forma eficiente, reduzindo custos e evitando penalizações por parte dos órgãos reguladores.

Autor deste Artigo: Engenheiro Marcelo Vasconcelos

Compartilhe seu caso, e deixe seu comentário conosco!


Outros Artigos Publicados Sobre Redes de Telecomunicações

Em nosso blog, você pode encontrar diversos outros artigos relacionados com Telecomunicações. Para acessá-los, clique no respectivo título


Conheça o BiPTT, Aplicativo de Voz para Equipes de Trabalho

O BiPTT (www.biptt.com) é uma solução de comunicação instantânea de voz para empresas que transforma smartphones, tablets e notebooks em rádios comunicadores avançados. Clique no botão abaixo e Experimente Gratuitamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *